Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Give your Heart a Break

I'm in love with every people that crosses my life and everything I see

Give your Heart a Break

I'm in love with every people that crosses my life and everything I see

Caminhos com lágrimas

Aquele caminho nunca tinha visto uma lágrima minha, não tão rotineiramente como agora. Da primeira vez aguentei, aguentei porque não sou de chorar, muito menos à frente de pessoas e de carros a passarem. na segunda vez não, não aguentei, estava a precisar. Então que vim todo o caminho a sentir as lágrimas a cairem pela minha cara como nunca aconteceu neste cidade. Mas pensava para mim mesma: quando chegar ao meu prédio não estar assim, não posso e não estava até que me olhei ao espelho e vi uma pessoa igual a mim, mas, desta vez estava com os olhos borrados de pintura. por momentos tentei ir para o meu porto seguro mas o medo impediu-me, como me impede todos os dias tal como a minha parente diz. Neste caminho eu só pensava que não estou aqui a fazer nada aqui, e não, não é uma metáfora. É a realidade. Eu passo os dias em casa sem ninguém. Sem ninguém mesmo, porque eu mesma não tenho ninguém. O que eu mais queria naquele caminho era puder chegar e ter um abraço de alguém, poder contar aquilo que nunca desabafei com ninguém e a pessoa para o fazer? Pois, essa pessoa não existe. Não existe porquê? Será que eu sou asism tão má de aturar? Será que sou o suficiente para alguém?cada vez mais essa duvida me assombra. Cada vez mais o facto de não ser nada nem ninguém, não ser suficiente vem-me durante os meus piores pesadelos. 

Sem sentido

Eu vou ter contigo, vou.

Entro no teu quarto, sem ti e com ele.

Vejo-a na tua cama, deitada, agarrada a ti.

Nada se vê. mas eu sei, sei que ela esteve ali, naquele mesmo sitio. 

Contigo, colada à tua pele.

Preferia não saber mas sei.

Sou burra por ainda te querer.

Desapontada contigo e comigo. 

Continuo a vê-la ali, às duas, na tua cama.

Com o teu cheiro, eu sei.

Sei que sou ninguém e sei.

Sei que não vamos além. 

Ando sem ti mas contigo na cabeça.

Se gosto de ti não, soube que não. 

Não consigo, sabendo de tudo.

Sabendo como tu és. 

Elas continuam ali, na minha cabeça e na tua cama.

Coladas a ti, apaixonadas por ti.

E eu, ali no meio, sentindo-me cada vez mais insegura de tudo.

Cada vez a desvanecer mais esta magia. 

A magia morreu. Fui tua. Sem sentido e sem planos.

Out of love

You were there, in the hospital bed. Smiling, joking with everything, like you used to. Against the odds, you were alive, you survived and I can't help it but cry. Crying in front of you, the only thing I never wanted. 

"You are beautiful when you cry" 

Those words, words I will never forget. Me beautiful crying? who is beautiful when they cry? Nobody! But to you I was beautiful in every situation and I didnt know how you fell in love with me. I couldn't stop from crying. I was too emotional to think that you loved me, I was too emotional to know that you were there. 

"Hug me"

You knew how I love hugs, how our hearts connect when we hug, you know everything about me. 

"This is not yout fault, this is only my fault."

You were in the hospital bed from drinking, you were drunk and you crashed your car. the same question was always on my mind. Why the fuck I didn't go with you that night? Why did you drink like the world was gonna end? You dont' know how angry I was with you that night, you talked and acted like a fuckboy.

"Why did you kiss another girl?"

"I was searching for you in her"

Yeah, right, you said this to look romantic but I fell again, I fell because nothing can take me your love and our moments.  

I won't forget you

It's pouring rain outside our window. it's summer. it's 4 am, that time of the day where you miss people who don't miss you. it's another night with you, another night I wouldn't forget. it's a date, a date around your skin, looking at each other like it was just us in the world. I don't need expensive dates, i just need your company and your smile.

Suddenly one questions pops between us.

"What if I'm not good enough for you?"

"You were enough until this day, why would you think you wont be enought tomorrow?"

"I'm terrified that you won't like me, i'm terrified that you will be with me just because we have been together for too long, i'm terrified that you will get sick of me, that my kisses aren't enough or that your skin rejects mine anytime soon. I have this feeling that sooner or later you will leave, like every girl have. You don't know yet but I loved you since our tongues met, since our hearts touched, since your smile was the only thing that kept me alive, since my hands met every piece of your skin. And you know, it's hard letting a girl know me as good as you know me. It's hard knowing that one day, you will wake up and maybe not loving me anymore."

"Don't be stupid, if I am here right now, with you, it's because you mean something to me, I'm not going anywhere, I'm not like every other girl you kissed, I'm not every other girl you met at the club and had sex with her. I'm here because you are so, so special to me. I would do anything to you even If I wake up and don't love you anymore, You will always be my shelter and even If I leave this town you bet I wont' forget you. You are the kind of guy I love. I hope you know that."

As soon I said everything that came into my mind, our mouths kissed and love was made

 

desabafo

 Sinceramente estou farta de estas pseudo relações de hoje em dia, estou um bocado farta de fazer de objeto e de me sentir como tal, não sei o porquê de ser tão dificil encontrar um rapaz decente neste mundo. Estou farta de fuckboys que acham que podem servir-se quando querem e à hora que querem. eu bem tento entrar nesse jogo mas acabo sempre mal pq? porque me apego demasiado cedo às pessoas.

Eu não estou interessada em relações que durem quê? um mês? eu quero mais, quero ter uma pessoa comigo e que saiba que possa contar. quero fazer sexo com essa pessoa sabendo que é apenas comigo que o faz - aliás, ninguém gosta de partilhar, right? - quero saber que uma boca apenas me beija a mim e mais precisamente quero contar todos os meus segredos a uma pessoa especial e não desperdiçar tempo em pessoas que sei que se estão literalmente a cagar para mim e que depois de me abrir com elas se vão embora e nunca mais voltam. Quero ter um amigo e companheiro, quero saber que sou amada pelo aquilo que sou e que nao tenho que mudar por ninguém. 

 

the end

entraste e saiste com a tua maneira, tudo o que te tinha para dizer não conseguia sair da minha boca, tudo o que tinha para dizer foi dito nas modernices de hoje em dia. Mal tu sabes o quanto eu gostava de ti, o quanto queria que ficasses por mim e nao pelo meu corpo, mal tu sabes o quanto eu queria que me dissesses que gostavas de estar comigo, mal tu sabes que eu me preocupo imenso contigo. mas, a cada momento mais recente a minha alma desvaneceu-se da tua, eu já nao conseguia falar contigo, só queria que isto resultasse em algo mais mesmo sabendo que isso nunca iria acontecer, eu estava a magoar-me a mim própria. saiste e agora foi a ultima vez porque cada um tem de seguir em frente, cada um tem que se afastar, estamos presos à demasiado tempo nisto sem nome, foram seis anos de muita coisa que está na altura de acabar. doeu-te ires embora sem te despedires de mim? doeu-me ver-te a ir embora e saber que era a ultima vez, esperava pelo menos um dos teus beijos na testa como sinal de proteção e de carinho. Sê feliz que eu vou tentar ser também. E cuida de ti.

 

 

Televisão Portuguesa

Sou uma espetadora regular, muito regular, de programas de televisão portugueses. Vejo os programas da manhã e da tarde, vejo as novelas, vejo os reality shows e por incrivel que pareça tenho apenas 21 anos. Já me perguntaram o porque de ver e o que vejo nesses programas portugueses onde a maioria dos espetadores são idosos. Ora muito bem, eu cresci a ver televisão, cresci a ver programas de entretenimento, eram e são a minha companhia quando estou sozinha em casa. Sou da opinião que temos muitos bons apresentadores neste pequeno país e que também temos excelentes atores e atrizes. 

Ultimamente como o meu lugar tem sido estar em casa sem fazer nada a não ser comer e dormir, tenho visto todos os dias os "programas para velhos" e digo-vos que há um em especial que me tem surpreendido bastante. O "Juntos à tarde", integrante da programação da SIC tem-me vindo a surpreender, têm rubricas excelentes e nota-se que têm o cuidado de convidar talentos portugueses para se expandirem e darem-se a conhecer. Hoje numa das rubricas que têm "Sem Tabus" abordaram a obesidade e digo-vos que foi excelente, a maneira como a reportagem estava feita, a convidada que comentou o tema, foi maravilhoso e triste ao mesmo tempo saber que estamos num país ainda cheio de preconceitos em relação ao peso e tantos outros aspetos. Eu, sendo uma rapariga de apenas 21 anos tenho, como todas, uma relação de amor-ódio com o meu corpo. Já fui gordinha quando era mais nova, já cheguei a vestir o 42, algo que naquela altura deixava-me completamente de rastos, a minha mãe chegou a ter que esconder comida de mim, e ainda bem que o fez. Hoje posso dizer que não estou, de todo, ainda satisfeita comigo mesma. Tenho inclinação para engordar e isso vêm-me sempre à cabeça porque eu própria quando me olho ao espelho penso que podia estar melhor, podemos sempre estar melhor. Hoje em dia, com a ida todos os dias ao ginásio fico a pensar se algum dia vou olhar para o espelho e pensar que gosto de mim. É um objetivo que quero fazer.

E são estes programas que muita gente pensa que são só desgraças, e muitos são, que me fazem pensar melhor em tudo. São programas como este do João Baião e da Rita que me dão orgulho em dizer que sim, eu vejo estes programas e não, programas destes não só para idosos. E posso dizer que eu própria tenho uma admiração por vários apresentadores portugueses e que eu própria gostava de fazer as reportagens onde se contam histórias de pessoas, porque são essas histórias que nos fazem crescer e aprender com o Outro. 

you there!

Hey,

You here, you sitting there thinking about life.

I just wanted to say that I miss you, I miss your touch in me even if I don't show it. I miss you like you belonged to me anytime possible, but you didnt and you dont and you will never be mine. you know why? because you are a fucking jerk, you had me when you didnt know, i loved you every time you were together, you could do anything to me and I would accepted it. I trusted you, more than anybody guy that I loved. You know why? because when I was with you, you make me felt like I was home. But in the end, I thought that maybe I was just another girl you fucked. In the end, all I could think was that you used me. In the end of this entire shit, I knew that maybe, just maybe you didnt love me like I did. In the end I was just loving you because your soul atracted me. Your broken soul that need everygirl to like, a broken soul that needs attention from every girl because you dont feel love for anybody not even to yourself. You had me more than two times, you left when you had a girl that loved you more, you left saying that I deserved better but I had choosen you, a million times. You, you there sitting in your room with your neon lights, you, I loved you since we met, I felt everything with you and now, now we are just strangers with memories that I want to forget because you hurted me, you hurted me more than you know, you told me you didnt but you did.

I hope you are happy with your life now but I hope you are missing me too, because when I hear you name I feel everything you made me feel, because when I read something about sex, I remember you and maybe, just maybe you never wanted me and you never miss me.

And if this things aren't the truth please tell me why, why the fuck you rather be with someone else, why the fuck you did the things you did and said,why the fuck you wanted me, why the fuck you always keep coming when I told you that was over. Just explain everything and don't leave me thinking you just used me whenever you wanted. 

 

eu quis ser tua para sempre

  uuuu.JPGSomos emergidos desde pequenos com histórias de encantar, com histórias de amor, com histórias que têm sempre um fim bom, um fim que nos aquece a alma. Embora a nossa história tenha sido os meu sonhos, não foi bem assim como dizem, como relatam. Eu apenas te queria, queria-te todos os dias das nossas vidas, queria-te sempre aqui como eu estava para ti. Queria saber que podia contar contigo fosse às horas que fosse. Sentia-te cada vez mais perto, perto de derrubar todas as barreiras que alguma vez criei para com uma pessoa. Eu estava à espera de alguém como tu, alguém que tivesse a paciência de baixar todas as minhas inseguranças e todos meus muros emocionais. Além de ti, eu tinha o melhor beijo. Sabia que mesmo se fosse para ali adiante nós, nós não íamos resultar. Éramos demais um para o outro, éramos o complemento que mais tarde ou mais cedo ia exagerar no cuidar do outro, tinhamos a noção que tinhamos de tudo para ser assim. Faziamos tudo para nos vermos felizes, fiquei com marcas. Fiquei com marcas de ti em mim, fiquei contigo para sempre, ficaste meu porque quiseste, eu fiquei tua pela tua boca e pelas tuas mãos. Ficámos um com o outro, sem ninguém saber nem ver. Fomos nossos e de repente tu foste outro, com ela. Fomos um do outro mas tu quiseste ser livre, como eu não te deixasse. Quiseste ser tu e eu, eu quis ser tua para sempre.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D